Olá a todos! 
Somos a Joana e o Guilherme, um casal de bloggers que foi gentilmente convidado pelos papás das lindas Marias para participar neste projecto do blog. Foi-nos sugerido que escrevêssemos sobre amor, o que acaba por ser engraçado, dado que é a palavra que melhor nos descreve. A nossa história começou há cinco anos, na Primavera de 2010. Podia ser por causa dos pózinhos românticos que andam no ar nessa estação do ano, mas cinco anos volvidos podemos dizer que não. Foi mais que isso. Começámos como amigos, grandes amigos na verdade. Talvez seja isso que nos mantém tão juntos, tão fortes, ano após ano. Amor existe em todas as formas, mas se vier acompanhado de amizade, carinho, compreensão e genuína preocupação, é por certo muito maior. O caminho nem sempre foi fácil. Teve altos e baixos, encontros e desencontros. Mas já há muito se diz que o que é nosso, a nós irá voltar, e supomos que somos a prova viva dessa máxima. Não há amor, verdadeiro e persistente, que não lute sozinho contra o que vier, que não encontre algures no universo um caminho de volta para casa. E, quando chega a casa, encontra sempre de alguma forma dois braços abertos para o receber. Por isso aqui estamos, juntos e a cada dia mais feliz. Já passámos por mil e uma coisas, mas todas elas são novos desafios que nos permitem crescer, aprender e unir mais ainda. Às vezes não é fácil, porque é complicado passar por cima de terceiros a meterem o nariz, de alturas em que chegávamos ao fim do mês de bolsos vazios, de não saber o dia de amanhã. Mas pouco a pouco tudo se foi resolvendo, e nenhum dos nossos problemas foi ultrapassado sem que estivéssemos de mãos dadas. Talvez seja essa a essência do amor, aquele que é a sério. Talvez não se trate apenas das borboletas, dos bons momentos; mas também de encontrar alguém que nos veja no nosso pior, que ganhe novos problemas à nossa custa, que tenha todas as razões para ir embora, e ainda assim escolha ficar, amando-nos mais e mais a cada dia que passa.
Olhando para a nossa felicidade, queremos aconselhar-vos a focarem-se no que for necessário para serem felizes. Amem. Acima de tudo, amem. Porquê? Porque é o amor que move o mundo! 🙂