Filhas, hoje, ao ver-vos a dançar, livres, felizes, despreocupadas, leves, não consegui não vos escrever, mais uma vez.
Quando crescerem, quero mesmo que leiam estas palavras. E que vejam estas imagens.
E que se lembrem de como hoje são leves! De como hoje são felizes! De como hoje dançam todos os dias, no palco da vida!
A vida passa rápido! Não deixem nunca de dançar!
E nos dias de chuva, quando não tiverem motivos para sorrir, dancem! Não esperem nunca que a tempestade passe, aprendam a dançar à chuva! 

in, Devaneios de Pai 

 

 

O Blog Nós e as Marias também está no